A meditação não só muda a nossa mente, mas também o nosso cérebro – isto é o que as pesquisas  neurocientíficas sugerem. 

Neuroplasticidade – a alteração das estruturas do cérebro, como resultado da experiência – é considerada como uma das mais importantes descobertas neurocientificas.

Ao longo dos últimos 10 anos tem sido crescente a evidência de que não só a aquisição de conhecimentos acadêmicos ou aprender uma tarefa motora nova como malabarismo, mas também a prática da meditação pode levar a mudanças significativas nas estruturas cerebrais.

A Meditação é parte integrante e muito importante de nossos tratamentos.